Sinop: encontro regional debate políticas públicas da Saúde Bucal

O município de Sinop foi escolhido como sede do 1° encontro de Saúde Bucal Regional Teles Pires, organizado pelo Pólo Regional de Saúde. O evento reuniu profissionais, estudantes de odontologia e gestores da Atenção Primária em Saúde, com o objetivo fomentar e debater temas relevantes, buscando o fortalecimento da Política Nacional de Saúde Bucal na região. Representantes de 14 municípios estiveram presentes no encontro, que teve palestras e muita troca de experiência entre os municípios.

A secretária de Saúde de União do Sul, Luciane Bulla, que além de gestora é cirurgiã dentista, deu o pontapé inicial na programação, palestrando sobre os “Desafios na gestão em Saúde Bucal”. “Nosso desafio é levar a toda população os serviços de saúde bucal. Não é fácil, pois exige todo um planejamento, estrutura, profissionais capacitados, uma série de fatores para que a gente consiga levar esse atendimento à população em todas as fases da vida dela”, pontuou a gestora.

O representante da Saúde Bucal Regional, Carlos Urbiné, agradeceu a participação de todos no evento, que tem como desafio buscar melhorias para a saúde bucal. “Os colegas atenderam o nosso chamado para esse desafio, que é discutir saúde bucal na região. Todos nós somos sabedores de que a saúde bucal ainda precisa de atenção de todos os gestores. Reunir esses profissionais aqui em Sinop nos deixa imensamente felizes enquanto representantes da saúde bucal na região. Que esse dia seja extremamente proveitoso e olhar a saúde bucal com outros olhos”, frisou Carlos.

A secretária de Saúde de Sinop, Daniel Galhardo, destacou a importância do município que é a quarta maior cidade do Mato Grosso sediar o encontro. “É extremamente importante esse evento, visto que nós temos um Centro de Especialidades odontológicas e também a odontologia na Atenção Primária, que é nosso carro forte, a saúde bucal começa lá na UBS e depois que vai para o CEO. O encontro além de tratar de todos os assuntos voltados à odontologia, também valoriza o profissional de odontologia, seja ele cirurgião dentista ou auxiliar. Essa troca de experiências entre os municípios e servidores da saúde bucal é de grande valia”, ressaltou Galhardo.